Leo não consegue mudar o mundo Fabrícia Jordão

Caráter político da obra de Leonilson ficou em segundo plano na apreciação crítica de seu legado

Cabôco Mamadô, traz o irmão Henfil de volta, por favor! Italo Jardim

Onde estariam hoje os Fradim, a Graúna, o Bode Orelana e Zéferino, personagens infalíveis de Henfil que outrora deram cara à luta pela democracia?

Nelson Felix: desenho no mundo Cláudio Oliveira

Assim como o inconsciente, é com imagens que o artista escreve seu novo livro – imagens que comportam também palavras, letras, traços

León Ferrari: crítica, criação e exílio Artur de Vargas Giorgi

Artista operou num espaço onde a separação entre os fazeres da arte e os fazeres da cultura torna-se não só problemática, mas dificilmente sustentável

José Rufino: traduzir o mundo e assumir a precariedade do gesto, da imagem e memória Bianca Dias

A dimensão política da obra de Rufino e de seu percurso acentuam-se agora de maneira incontornável

Os demônios da liberdade Alessandra Affortunati Martins

Quase sempre evocados pelos aspectos demoníacos, as formas artísticas de Sertão expõem a faceta farsesca e hipócrita da moral e dos bons costumes

La Bête: a quem interessava transformar a performance em escândalo? Marcia Tiburi

Dois anos depois, é nossa obrigação compreender com mais profundidade o que esteve e está em jogo com os acontecimentos em torno de obra de Wagner Schwartz

Conhecer pode ser destruir Alessandra Affortunati Martins

Explorar inesperados e inusitados cantos de afetos, reflexões e raciocínios é o convite que o conjunto da exposição de Cildo Meireles faz a todos nós

BAUHAUS 100: A sturm blond e a Bauhaus

Eliminando as letras maiúsculas de um alfabeto, Herbert Bayer deixou marcas tão duradouras como a Bauhaus deixou em seu curto e intenso tempo de existência

BAUHAUS 100: A inescapável referência Lucas Magalhães Moreira

Pode-se ver o toque da Bauhaus em toda parte: 
de edifícios colossais a computadores e pequenos objetos

Fevereiro

TV Cult